"Estamos aqui pela Humanidade!" Comuna de Paris, 1871 - "Sejamos realistas, exijamos o impossível." Maio de 68

R. Hermilo Alves, 290, Santa Tereza, CEP: 31010-070 - Belo Horizonte/MG (Ônibus: 9103, 9210 - Metrô: Estação Sta. Efigênia). Contato: institutohelenagreco@gmail.com

Reuniões abertas aos sábados, às 16H - militância desde 2003.

domingo, 30 de dezembro de 2018

CENTENÁRIO SEU OLYMPIO!

               No dia 30 de dezembro de 2018, o garçom Olympio Perez Munhoz, completaria cem anos. Seu Olympio trabalhava na Cantina do Lucas no Maletta, em Belo Horizonte, desde a década de 1960. Cumpria um papel importante na luta contra a ditadura militar. Avisava, escondia e protegia perseguidos políticos sobre a presença dos agentes da repressão e do DOPS. 
        Companheiro de luta e Garçom que exerceu sua atividade profissional por mais tempo - até os seus 84 anos. Nasceu em Santos/SP e era filho de espanhóis.

Companheiro Seu Olympio: Presente na luta!



terça-feira, 25 de dezembro de 2018

9ª VELADA LIBERTÁRIA - IHG

9ª VELADA LIBERTÁRIA - Instituto Helena Greco
Resistência e Luta Antifascista!

Sábado, dia 29 de dezembro de 2018 – de 14:00 às 21h
- Rua Hermilo Alves, Bairro Santa Tereza – Belo Horizonte/MG


*APRESENTAÇÃO DAS BANDAS:

- Rhódya
- Consciência Suburbana
- P4HC
- Bastardos HC
- Desespero

* BANQUINHAS INDEPENDENTES DE MATERIAIS DIVERSOS

*CERVEJA + SALGADOS VEGANOS
(a arrecadação será convertida para gastos com aluguel de equipamentos, manutenção do espaço e outros/sem fins lucrativos).

*ENTRADA LIVRE & GRATUITA.
Nazi/fascistas, racistas, machistas e lgbtfóbicos: NÃO PASSARÃO!

ditadura e tortura NUNCA MAIS!
AI-5 NUNCA MAIS!


Velada Libertária – Instituto Helena Greco / parceria entre o espaço, as bandas, apoiadores e visitantes:
        Atividade apartidária, contra-hegemônica, antifascista e anticapitalista em repúdio à indústria cultural e à indústria do divertimento/entretenimento. É realizada anualmente de forma autogestionária, autônoma, livre e independente com relação aos governos, ao Estado, aos editais, aos patrões, comércios e empresas. Acontece desde 2009.

terça-feira, 27 de novembro de 2018

NOVA VISITA AO DOPS

NOVA VISITA AO ANTIGO DOPS (CENTRO DE TORTURA)
        Realizada, na terça-feira, dia 20/11/2018, nova visita guiada ao futuro Memorial de Direitos Humanos – Casa da Liberdade (antigo DOPS/MG, um dos maiores centros de tortura e repressão da ditadura).
        Houve palestra e roda de conversa com Thelma Yanagisawa Shimomura (Secretaria de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania–SEDPAC/MG), Bizoca (Instituto Helena Greco de Direitos Humanos e Cidadania) e Gilda Cosenza. Gilda é viúva do cartunista Henfil e familiar de presos políticos (irmã de Gilse Cosenza, Gilseone Cosenza e Gildasio Cosenza).
        A visita foi organizada pela SEDPAC/MG e Centro de Estudos sobre Justiça de Transição da UFMG (CJT). Estiveram presentes ex-presos políticos, estudantes, professoras/es e militantes de movimentos sociais.
   Imagem: Edson (ex-preso político) revisita sua cela no DOPS/MG. 
ditadura e tortura NUNCA MAIS!
Pelo direito à História, à Memória, à Verdade e à Justiça!
Gilse Cosenza: PRESENTE!
Belo Horizonte, 27 de novembro de 2018
Notícia/Fotos: Instituto Helena Greco de Direitos Humanos e Cidadania
Leia também:

- VISITA AO FUTURO “MEMORIAL DE DIREITOS HUMANOS – CASA DA LIBERDADE”: 

SEDPAC RECEBE GRUPO DE ALUNOS PARA VISITA AO LOCAL ONDE SERÁ INSTALADO O MEMORIAL DE DIREITOS HUMANOS: 

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

MEMÓRIA DOIS EM UM: 50 ANOS DE 1968 / 25 ANOS DO DOUTORADO EM FILOSOFIA - DE 28 A 30/NOVEMBRO - AUDITÓRIO 4 DA FACE / UFMG

http://bit.ly/2OSSmVM
      O departamento de filosofia da UFMG realiza o evento: “Memória 2 em 1: 25 anos do doutorado em Filosofia da UFMG/1968 ontem e hoje - Brasil, Europa, EUA”. O evento acontece entre os dias 28 e 30 de novembro na UFMG, é aberto ao público e reúne grandes pesquisadores nacionais e internacionais sobre o tema. O objetivo é comemorar os 25 anos do início do doutorado em filosofia e, num sentido mais amplo, comemorar e discutir os 50 anos de 1968, os acontecimentos históricos e impactos no Brasil, Europa e EUA.
       A proposta do evento é pensar também sobre os desdobramentos do ano de 1968, que foi muito importante na luta contra a ditadura no Brasil e movimentos de liberação em outras partes do mundo, num movimento de renovação do pensamento de esquerda como na Europa e nos EUA. O público pode esperar uma recolocação de temas relevantes, num momento político crucial para discutir algumas questões que são importantes hoje no Brasil.
     A programação conta com nomes como o dos professores do Departamento de Filosofia da UFMG, Ivan Domingues, Rodrigo Duarte e Giorgia Cecchinato, co-organizadores do evento. Também participam a coordenadora atual da pós-graduação em filosofia, Patrícia Kauark, o autor da primeira tese de doutorado do departamento, José Luiz Furtado, professor da UFOP e o professor aposentado da UFMG Carlos Roberto Drawin. O evento conta também, dentre outros, com nomes internacionais como Jeremy Shapiro (EUA) e Luigi Caranti (Itália).
- Imagem e Texto reproduzidos/Fonte:
Memória dois em um: 50 anos de 1968 / 25 anos do doutorado em Filosofia da UFMG.
- Quinta-feira, 29/11/2018 - "1968 e a Política" - 09:00 Horas – Mesa 1: PET- Filosofia – "1968 e Belo Horizonte" - Auditório 4 da FACE / UFMG Campus Pampulha.
Coordenação: André Abath (tutor do PET)
+ Exibição do documentário “1968 – A greve de Contagem”, do diretor Carlos Pronzato, duração de 50 min;
+ Comentários: Rita de Cássia Lucena Velloso (Vice-Diretora da Faculdade de Arquitetura / UFMG); e Heloisa Greco (Instituto Helena Greco de Direitos Humanos e Cidadania).

EDUCAÇÃO FREIRIANA COM PROFA. MARIA JOSÉ DA SILVA / INTERCÂMBIO CULTURAL - MARAVILHAS // FAE-UFMG

PROFA. MARIA JOSÉ DA SILVA, estará na FaE/UFMG nesta terça (27/11), no Território Freiriano, pra trocar uma ideia conosco sobre educação freiriana, às 14h.
        Professora na rede básica de educação por 23 anos, Maria José foi fundadora, junto com Dona Helena Greco, da Associação Cultural José Martí, sendo presidenta até 1995. Tem sua militância pautada há décadas na defesa da educação, pela erradicação do analfabetismo e do nosso Patrono da Educação Brasileira, Paulo Freire.
        A atividade faz parte do Intercâmbio Cultural - Maravilhas // FaE - UFMG - entre estudantes de pedagogia de Maravilhas/MG e estudantes da UFMG.
PROGRAMAÇÃO COMPLETA:
Intercâmbio Cultural - Maravilhas // FaE – UFMG
Organizado por Ocupação Permanente FAE - UFMG
- 27/Nov/2018 – de 8:00 às 17h30 / Faculdade De Educação - UFMG
        O Coletivo de Ocupação Permanente FaE vem informar sobre as atividades que serão realizadas no próximo dia 27/11/2018, durante o período das 8 h às 17 h 30 no espaço do Território Freireano.
        Trata-se de uma visita de uma turma de 14 estudantes, matriculada no 4º período do Curso de Graduação em Pedagogia, na cidade de Maravilhas/MG, turma esta sob a responsabilidade da Faculdade de Educação da Região Missioneira - uma faculdade privada -, localizada na cidade de São Paulo das Missões/RS, com representação em Belo Horizonte e no estado de Minas Gerais.
        Nesta visita à Universidade e à Faculdade de Educação estão previstas e programadas as seguintes atividades:
8 h - ABERTURA do Encontro 
Território Freireano: - Roda de Conversa com o Educador Wellington Dias - Projeto de Extensão: Jardim Mandala. 
9 h - Visita guiada ao Jardim Mandala 10 h - Vivência no horto de ervas medicinais - Casa dos Maxacalis 
12 h - Almoço (Restaurante universitário - Bandejão UFMG) e breve passeio pela universidade. 
14 h - Retorno aos trabalhos Território Freireano
(1) Exibição de vídeo comentado: "A Flor do Sol" (2016) - Direção Alexandre Pimenta - Idealização Haydenee Gomes Soares Manso 
15 h - (2) Roda de Conversa com a Professora e Educadora Freireana - a jovem senhora de 80 anos -, Maria José da Silva, da Associação Cultural José Martir em Belo Horizonte e com os estudantes da FaE - graduação, bolsistas do Lecampo - Licenciatura da Educação do Campo; EJA - Educação de Jovens e Adultos; pós graduação e doutorandos. 
17 h - (3) Vídeo Conferência com a participação de Raquel Alves Rodrigues (estudante de intercâmbio FaE-UFMG Brasil/Portugal) 
17 h 30 - ENCERRAMENTO 
        Acreditamos que estas atividades para além de promover o acesso destas estudantes que nunca tiveram a oportunidade de visitarem uma universidade pública, irão agregar valores imensuráveis à formação dos profissionais da educação nos municípios de Maravilhas e Papagaios/MG.
NOVAS INFORMAÇÕES DA PROGRAMAÇÃO:
!! Evento Alterado !!
        O evento que iria acontecer conforme atividades listadas abaixo, foi alterado pois a Direção da Faculdade de Educação interveio no evento que estava sendo idealizado e organizado pelo coletivo de ocupação permanente FaE, com o argumento falhos dentre eles do espaço físico não ser suficiente para o evento. 
        Apesar da intervenção, por parte da direção que devido isso, fez com estudantes com o anseio de conhecer uma universidade público da capital, adiem esse sonho.
        O coletivo repudia veementemente essa atitude, mas em respeito a todas as pessoas que tinham o desejo de participar e aquelas que se programaram para tal, iremos manter parte do evento e também debater sobre as resistências.
        E por isso gritamos:
Turma de Maravilhas Presente ! 
Ocupa Fae Presente!
Paulo Freire Presente! 
        Em respeito aos estudantes de Maravilhas e aos mediadores do evento e no desejo de realizar em um futuro breve o evento completo, manteremos aqui as atividades que eram almejadas anteriormente:
        O Coletivo de Ocupação Permanente FaE vem informar sobre as atividades que serão realizadas no próximo dia 27/11/2018, durante o período das 8 h às 17 h 30 no espaço do Território Freireano.
        Trata-se de uma visita de uma turma de 14 estudantes, matriculada no 4º período do Curso de Graduação em Pedagogia, na cidade de Maravilhas/MG, turma esta sob a responsabilidade da Faculdade de Educação da Região Missioneira - uma faculdade privada -, localizada na cidade de São Paulo das Missões/RS, com representação em Belo Horizonte e no estado de Minas Gerais.
        Nesta visita à Universidade e à Faculdade de Educação estão previstas e programadas as seguintes atividades:
8 h - ABERTURA do Encontro 
Território Freireano: - Roda de Conversa com o Educador Wellington Dias - Projeto de Extensão: Jardim Mandala. 
9 h - Visita guiada ao Jardim Mandala 10 h - Vivência no horto de ervas medicinais - Casa dos Maxacalis 
12 h - Almoço (Restaurante universitário - Bandejão UFMG) e breve passeio pela universidade. 
14 h - Retorno aos trabalhos Território Freireano
(1) Exibição de vídeo comentado: "A Flor do Sol" (2016) - Direção Alexandre Pimenta - Idealização Haydenee Gomes Soares Manso 
15 h - (2) Roda de Conversa com a Professora e Educadora Freireana - a jovem senhora de 80 anos -, Maria José da Silva, da Associação Cultural José Martir em Belo Horizonte e com os estudantes da FaE - graduação, bolsistas do Lecampo - Licenciatura da Educação do Campo; EJA - Educação de Jovens e Adultos; pós graduação e doutorandos. 
17 h - (3) Vídeo Conferência com a participação de Raquel Alves Rodrigues (estudante de intercâmbio FaE-UFMG Brasil/Portugal) 
17 h 30 - ENCERRAMENTO 
        Acreditamos que estas atividades para além de promover o acesso destas estudantes que nunca tiveram a oportunidade de visitarem uma universidade pública, irão agregar valores imensuráveis à formação dos profissionais da educação nos municípios de Maravilhas e Papagaios/MG.
Imagens e textos reproduzidos/Fonte:
--------------------------------------
O Instituto Helena Greco de Direitos Humanos e Cidadania repudia com veemência a intervenção da direção da FaE/UFMG e solidariza-se com as/os companheiras/os da Ocupação Permanente FaE e com as/os estudantes de Maravilhas/MG. 

terça-feira, 20 de novembro de 2018

ENCONTRO ANUAL DE ESTUDOS DE DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA 2018

ENCONTRO ANUAL DE ESTUDOS DE DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA
6ª edição (2018)

Sábado, dia 15 de dezembro de 2018 – de 16:00 às 18 horas.
LOCAL/ENDEREÇO: Instituto Helena Greco de Direitos Humanos e Cidadania - Rua Hermilo Alves, nº 290, Bairro Santa Tereza - Belo Horizonte/MG.

 LEITURA DO TEXTO PARA DEBATE:
DORNELLES, João Ricardo W. Direitos Humanos em tempos sombrios: barbárie, autoritarismo e fascismo do século XXI. RIDH/Bauru, n. 2, jul./dez., 2017, vol. 5, p. 153-157.

 TEXTO PARA BAIXAR E IMPRIMIR (15 páginas):

*Solicitamos a todas e todos que venham com o texto lido em mãos! 

*Serão emitidos certificados para participantes.

        O horário do encontro é de 16:00 às 18:00 horas. Chegue no horário - aguardaremos a chegada dos participantes até às 16h15. O encontro poderá se estender após as 18h00.

Dezembro: mês dos Direitos Humanos!

- INFORMAÇÕES/CONTATOS:





(31) 2535 – 4667

Instituto Helena Greco de Direitos Humanos e Cidadania: 
15 anos de luta contra o terrorismo de Estado e do capital! 

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

ANTIGO DOPS/MG: CENTRO DE TORTURA

VISITA AO FUTURO “MEMORIAL DE DIREITOS HUMANOS – CASA DA LIBERDADE”
        Foi realizada, na terça-feira, dia 13/11/2018, visita guiada ao Memorial de Direitos Humanos – Casa da Liberdade (antigo Departamento de Ordem Política e Social de Minas Gerais/DOPS-MG, um dos maiores centros de tortura e repressão da ditadura). No DOPS/MG, localizado na Avenida Afonso Pena, 2351, em Belo Horizonte/MG, também funcionava o DOI-CODI (Destacamento de Operações de Informação - Centro de Operações de Defesa Interna).
        A visita foi organizada pela Secretaria de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania de Minas Gerais (SEDPAC) e pelo Centro de Estudos sobre Justiça de Transição da UFMG.
        Houve relatos dos ex-presos políticos Betinho Duarte, Carlos Melgaço, Jorge Pimenta e Magda Neves que estiveram presos na época da ditadura militar.
        Além de ex-presos políticos estiveram presentes estudantes, professoras/es e militantes de movimentos sociais.
        Memorial de Direitos Humanos – Casa da Liberdade foi instituído pela Lei Estadual nº 13.448/2000 e tombado pelo IEPHA (Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico) em outubro de 2013. Lançado em abril de 2018, será entregue à sociedade na Semana de Direitos Humanos de 10 a 14 de dezembro/2018. 
Pelo direito à História, à Memória, à Verdade e à Justiça!
ditadura e tortura NUNCA MAIS!
Belo Horizonte, 19 de novembro de 2018
Notícia/Fotos: Instituto Helena Greco de Direitos Humanos e Cidadania
















COMPANHEIRO ZÉ PIMENTA: PRESENTE!

Imagem/Fonte: CEBRASPO
        José Sales Pimenta, falecido no dia 19 de outubro, era membro do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos (CEBRASPO) e irmão do militante Gabriel Pimenta, assassinado pela ditadura militar no Araguaia.
            Atuava em defesa dos presos políticos, em defesa dos 23 ativistas condenados no Rio de Janeiro e lutava pela revolução agrária!

Companheiro Zé Pimenta, presente na luta!

Belo Horizonte, novembro de 2018
Instituto Helena Greco de Direitos Humanos e Cidadania

- Leia também - HOMENAGEM AO COMPANHEIRO JOSÉ PIMENTA - 30 DE NOVEMBRO: https://cebraspo.blogspot.com/2018/11/homenagem-ao-companheiro-jose-pimenta.html

terça-feira, 6 de novembro de 2018

A ESCOLA DE FORMAÇÃO CONVIDA PARA O FILME E DEBATE "RETRATOS DE IDENTIFICAÇÃO"

FILME E DEBATE: Retratos de Identificação, de Anita Leandro 
Sinopse:
Fruto de pesquisas nos acervos do Departamento de Ordem Política e Social (DOPS) da Guanabara, do Serviço Nacional de Informações (SNI) e do Superior Tribunal Militar, o documentário reúne fotografias e documentos relacionados à prisão, exames de corpo de delito, necropsia e exílio de quatro guerrilheiros.
No filme, dois dos ex-guerrilheiros ainda vivos, Antônio Roberto Espinosa e Reinaldo Guarany, deparam-se, pela primeira vez, com fotografias tiradas no momento de suas prisões e exílios, e falam da morte de seus companheiros: Chael Schreier, assassinado sob tortura, e Maria Auxiliadora Lara Barcellos, vítima da tortura e do exílio que acabou cometendo suicídio em Berlim, na Alemanha.
Professora convidada para o debate:
Heloisa Greco (Bizoca), professora de História aposentada da rede municipal de ensino de Belo Horizonte, doutora em História pela UFMG e membro do Instituto Helena Greco de Direitos Humanos e Cidadania.
Data do evento: 07 de novembro de 2018
Horários: 14h às 17h
Público-alvo: Educadores (as) da Rede Estadual de Minas Gerais.
Local: Escola de Formação - Av. Amazonas, 5855 - Gameleira - BH.
Vagas Limitadas: 100 participantes.
Período de Inscrição: 25/10/2018 a 06/11/2018